Dispensados do Serviço Militar de Diadema prestaram juramento à Bandeira

admin
Por admin outubro 25, 2017 14:01

Dispensados do Serviço Militar de Diadema prestaram juramento à Bandeira

Muitos jovens da Cidade Ademar se alistaram em Diadema para serem dispensados do serviço militar. O juramento à Bandeira aconteceu no dia 18 de outubro.

Imagem da Prefeitura de Diadema – Divulgação

Na manhã do último dia 18 de outubro, a Secretaria de Defesa Social de Diadema e a Junta de Serviço Militar de Diadema realizaram a cerimônia de Juramento à Bandeira Nacional. O evento ocorreu na Praça da Moça para 1.200 jovens, que nasceram em 1.999 e que, durante o evento, receberam o Certificado de Dispensa de Incorporação, que desobriga o rapaz a cumprir o Serviço Militar. O documento é importante para a vida civil do dispensado pois, sem ele, o jovem fica impedido de tirar o passaporte, título de eleitor, assinar contratos com os Governos Federal, Estadual ou Municipal, entre outras sanções.

“Esta é a primeira vez, desde 2013, que faremos a dispensa para um número grande de reservistas”, afirma o secretário de Defesa Social de Diadema, Marcel Lacerda Soffner. Este ano, nos dias 18 e 20 de setembro, na sede da Secretaria de Defesa Social, localizada no Centro, houve a Cerimônia de Juramento à Bandeira para outros 300. “Os parentes dos dispensados presentes na cerimônia se emocionaram. Nossa ideia é sempre valorizar o civismo e fazer com que eles sejam comprometidos com a Pátria, em todos os momentos de sua vida”, conclui o secretário.

Os dispensados fazem parte da 18ª Delegacia do Serviço Militar (São Bernardo do Campo), que está subordinada à 4ª Circunscrição de Serviço Militar (localizada na cidade de São Paulo).

Juramento à Bandeira

O Juramento à Bandeira, seguido do Hino Nacional, é uma forma dos dispensados jurarem honra, integridade e defender a Pátria com sua própria vida – é um ato de cidadania e compromisso. Por ser um dever cívico, está estabelecido na Constituição Federal, onde o alistamento é obrigatório e aqueles que não comparecerem ficarão impedidos de tirar passaporte, assumir cargos no serviço público e matricular-se em faculdades e demais sanções previstas no Regulamento do Serviço Militar. Em tempos de paz, o Serviço Militar no Brasil é prestado dos 18 aos 45 anos.

O Decreto nº 57.654 (que regulamenta a lei do Serviço Militar), de 20 de janeiro de 1966, em seu artigo 217, estabelece o compromisso dos reservistas: “Dispensado da prestação do Serviço Militar inicial, por força de disposições legais e consciente dos deveres que a Constituição impõe a todos os brasileiros, para com a defesa nacional, prometo estar sempre pronto a cumprir com as minhas obrigações militares, inclusive a de atender a convocações de

admin
Por admin outubro 25, 2017 14:01
Escrever um comentário

sem comentários

Ainda não há comentários!

Deixe-me lhe contar uma história triste! Não existem comentários ainda, mas você pode ser primeiro a comentar este artigo.

Escrever um comentário
Ver comentários

Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Facebook

Empreendedorismo