Garota é estuprada na E.E. Martins Pena

admin
Por admin março 13, 2018 02:52

Garota é estuprada na E.E. Martins Pena

Uma garota com necessidades especiais foi estuprada na E.E. Martins Pena na Cidade Ademar, na zona sul de São Paulo. O fato aconteceu nesta segunda-feira, dia 12 de março. Segundo a reportagem do jornal Band Urgente, a menina foi estuprada por 5 garotos, o caso ainda está sendo investigado para constatar o estupro ou não.

A reportagem de OBairro ouviu alguns professores que não quiseram se identificar e informaram que nas aulas vagas, os estudantes ficam circulando pelo páteo e não há funcionários suficientes para fiscalizar e monitorar os alunos em horário de aulas vagas.

Este é o segundo caso de estupro em escola da região. O outro caso foi na Escola Estadual Leonor Quadros em 2015.

Veja a reportagem na Band.

admin
Por admin março 13, 2018 02:52
Escrever um comentário

11 Comentários

  1. Susana março 13, 12:13

    Essa foi a pior escola que estudei, quantas vezes levei dinheiro pra lanchar, roubavam… Roubavam material escolar, livros apareciam rasgados…
    Ou seja, nada mudou, só piorou.

    Reply to this comment
  2. Vivi março 13, 14:09

    Oi acontece no Bairro

    Reply to this comment
  3. Vivi março 13, 14:10

    Tudo que tem no bairro

    Reply to this comment
  4. não tenho março 13, 14:42

    Meu deus o que que está acontecendo com o ser humano parece que ele não tá tendo mais amor a Deus e amor ao próximo em todos os lugares que você vai é guerra é estrupo é pedofilia e assassinato é catástrofe Deus tenha misericórdia Deus tenha compaixão eu nasci em São Paulo meus filhos estudaram nessa Escola Martins Pena estudou também na escola Professor Vicente Rao e eu só lamento e peço para Deus dá força para essa jovem que ela prosseguir a vida dela e que os culpados tem que ser punido

    Reply to this comment
  5. Jouse março 13, 15:21

    Absurdo, esse desgraçado do Alckmin ainda quer manter nossos filhos nessas escolas regulares sem instrutora.

    Reply to this comment
  6. Ramos março 13, 16:15

    E ainda pessoas e até o Ministério da Educação lutam para implantar a famigerada ideologia de gênero, entre umas coisas que será implantado (algumas escola de BH implantou) é uso de sanitário unixex e não haverá banheiro do sexo masculino e do sexo feminino. O que vc tem a falar disso, principalmente você que é pais ou mães de meninas?

    Reply to this comment
  7. Fredd março 13, 16:22

    A menina é deficiente mental, é isso?

    Reply to this comment
  8. mlopereira março 13, 20:39

    No meu tempo, essa Escola era a melhor da região, todos queriam ir pro MARTINS PENA, professores e Diretoria não tinham igual, zelavam pelo nome da Escola, tinham orgulho . E sem falar nos alunos era uma turminha m uito boa, logico que tinham também, alguns da pá virada, mas tudo se resolvia com uma boa conversa, tinham também o Toninho que cuidava como nunca da gente não dava sossego, pra nós, ai que saudades daquele tempo, quando se ia pra escola pra estudar é claro que de vez em quando tinha uma aula ou outra vaga, mas era diferente do dia de hoje.

    Reply to this comment
  9. Esperança no amanha março 15, 04:45

    Esta historia não é desta maneira. vcs devem comparecer a escola e apurar os fatos. vão até lá e saibam o que aconteceu. se houve violencia, o nome não foi estupro e a menina não é especial. estao criando panico nos pais e o MP pode processar este jornal por informação erronea com menores de idade.

    Reply to this comment
    • admin Author março 16, 22:56

      Olá, obrigado pela participação e atenção. O jornal O Bairro pratica jornalismo sério. O texto deixa claro que a matéria foi baseada na reportagem de TV que já havia divulgado o caso. O texto deixa claro que o caso estava sendo apurado. Obrigado pela participação, mesmo vc no anonimato, talvez seja um funcionário da escola e compreedemos o caso. A Redação está disponível e, em breve irá fazer uma matéria especial sobre a importância do Martins Pena para a região. Obrigado.

      Reply to this comment
  10. LILIKA março 15, 10:18

    Absurdo o que vem acontecendo no bairro. Infelizmente o nosso governo não está se importando com a classe B e C. Até quando vamos assistir essas basbares. Tenho um espaço na região e sempre estou atenta a tudo que acontece no bairro pois estou sem apreensiva pq sei do descaso e da violência nessa região.

    Reply to this comment
Ver comentários

Escrever um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Facebook

Empreendedorismo